Blog

O NOSSO
BATE-BOLA
DE FIM DE TARDE

Blog

O NOSSO BATE-BOLA

DE FIM DE TARDE

COVID-19: Consumo de internet e vendas online disparam

9
ABR

COVID-19: Consumo de internet e vendas online disparam

As medidas contra o avanço do Coronavírus impactaram diretamente no universo digital. Com as ações de contenção, as vendas online dispararam, assim como o consumo de conteúdos e de internet de forma geral.

A suspensão de atividades físicas e de aglomerações levou as compras pela internet a saída mais interessante e segura. Além do óbvio aumento por formas de lazer online, seja por meio de redes sociais ou games.

Continue lendo nosso conteúdo e descubra mais alguns dados que mostram esse aumento considerável no consumo de internet e vendas online.

Mudanças no consumo de internet

Com mais tempo em casa, os brasileiros estão mais conectados, seja para o trabalho home office ou para o lazer. O uso envolve especialmente videochamadas, streaming, notícias e sites de e-commerce.

De acordo com especialistas, os hábitos online lembram um domingo. As pessoas acessam mais a internet pela manhã, próximo ao meio-dia, com picos à noite.

Vendas online disparam

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), alguns varejistas registraram aumento de 180% nas vendas online.

A alta envolveu principalmente produtos das categorias de bens de consumo.

Na área da saúde mais do que dobrou (111%), beleza e perfumaria (83%), supermercados (80%), impressionam pelo aumento.

Por outro lado, produtos que não são de primeira necessidade apresentaram queda nas vendas, mesmo online. Setor automotivo, eletrônicos e filmadoras deixaram de ser comercializadas.

Tirar as estratégias online do papel

Seja por sobrevivência econômica ou para não deixar a peteca cair, muitas empresas aproveitaram para tirar campanhas online do campo das ideias para a prática.

Entre as ações nesse período, estão:

  • Anúncios nas redes sociais, atingir quem está em casa, principalmente nas redes sociais.
  • Aproveitar a facilidade das marketplaces para facilitar negócios e oferecer opções para compra online.
  • Oferecer serviços de orientações ou consultoria por videoconferência.
  • Sem um app ou site de e-commerce, a saída é oferecer formas de atendimento diferenciadas, como o WhatsApp, por exemplo.
  • Oferecer conteúdo de valor, esclarecendo a posição da empresa e todo o cuidado com o bem-estar de colaboradores e clientes.

Planejamento e estratégia

Apesar do momento adverso, o planejamento estratégico é uma das melhores atitudes, agindo sempre com estratégia e coerência.

Seguir todos os cuidados com a sua marca em uma fase delicada é extremamente necessário.

Quer saber mais sobre essas precauções com a sua marca? Clique aqui e leia mais um de nossos conteúdos, com cuidados que sua marca precisa ter durante as medidas do Coronavírus.       

Seta Cima